Alertas personalizados no Google Analytics: Saiba como criar e gerenciar

Você quer monitorar de perto diversos acontecimentos que impactam nas suas estratégias de marketing digital? Com os alertas personalizados no Google Analytics, além de você receber os reports da sua agência de e-commerce, você conseguirá receber essas informações em seu email.

Nesse artigo irei te mostrar algumas formas de utilizar os alertas personalizados do Google Analytics e espero que gere diversos insights para facilitar o seu monitoramento. Vamos lá!

Como criar alertas personalizados no Google Analytics

Para começar esse processo, basta você seguir esse passo a passo:

Em administrador, na coluna vista de propriedade, acesse alertas personalizados

Clique em + Novo Alerta

Configuração do alerta personalizado

Assim que começar a criar o seu alerta, você terá uma tela para preenchimento das informações dessa maneira, aqui fiz um exemplo: Conforme diversas análises e estabelecimentos de metas, vimos que um péssimo resultado para um de nossos cliente seria se ele tivesse uma quantidade abaixo de 400 transações semanais. Caso ocorresse esse evento, receberíamos um alerta personalizado para verificar a performance das ações.

Tá, mas como configurar da maneira certa os alertas personalizados? Primeiro deve ser mapeado quais são os dados mais importantes para que seja criado um alerta personalizado para você e sua equipe, pois se for criado diversos alertas, vocês perderão o foco no que está ocorrendo de problema e também no tempo para desenvolvimento de uma solução.

Defina o que será monitorado

Como falei anteriormente é de suma importância que para criação de um alerta personalizado, você selecione o acompanhamento de uma métrica que realmente impacte no monitoramento das ações que você esteja desenvolvendo, por exemplo:

Você está executando campanhas no Google Adwords e possui uma meta semanal para atingir uma receita de R$ 30.000 em seu e-commerce. Caso isso não aconteça, suas ações irão apresentar um resultado negativo. Para que você fique ciente, deverá criar um alerta para acompanhar esse dado de perto.

Como disse você pode receber alertas de diversas informações, desde queda de visitantes ou até mesmo aumento de visitas e etc., tudo dependerá do seu objetivo de ser alertado.

Configurando os alertas personalizados

Provavelmente você fique um pouco confuso de início nessa configuração, dentro dela existem algumas informações que devem ser preenchidas, sendo elas:

As vistas de propriedade são onde estão os dados coletados por seu Google Analytics, sendo eles filtrados ou não, dependerá muito das configurações já implementadas.

Selecione o período no qual você e sua equipe receberá os alertas, lembrando-se selecionado o alerta diário, será sempre disparado um alerta no final do dia.

Coloque os emails das pessoas que irão receber esse alerta personalizado.

Condições de alerta

Se você possui uma experiência breve com o GA, sabe que os dados dos relatórios são compostos por dimensões e métricas. Para o disparo dos seus alertas não será diferente, você terá que selecionar uma dimensão e uma métrica para acompanhamento.

As dimensões são os segmentos de dados que serão acompanhados, como por exemplo: origem de tráfego, dispositivo de acesso ao site, cidade e etc., no caso do exemplo selecione a mídia orgânica.

As métricas são dados quantitativos para que haja uma forma de mensurar os resultados que precisamos, dependendo da dimensão que for selecionar as métricas poderão ser alteradas, mas cabe a você monitorar a métrica que seja importante.

Após isso basta salvar o alerta. Espero que eles possam te ajudar.

Gostou desse conteúdo ou ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário.